Dicas para financiar um carro novo

Saiba como parcelar o veículo sem criar uma dívida gigante

by Equipe Bolsa de Mulher em março 27, 2014 | 9:58 am
Crédito: Thinkstock

Crédito: Thinkstock

O financiamento é um grande aliado na hora de comprar um carro. Pagar o automóvel em suaves prestações pode ser vantajoso, mas é preciso ter cuidado. Os juros das parcelas costumam ser altos e, sem o planejamento adequado, o orçamento pode ficar comprometido. 

Leia também:
Teste: qual cor de carro mais combina com você?
Dicas para não comprar um carro que passou por enchente
Como organizar o porta-malas para viajar

Para  acertar na compra, a primeira dica do educador financeiro educador financeiro do Meu Bolso Feliz, portal de educação financeira do SPC Brasil, José Vignoli, é escolher de forma consciente. “Algumas pessoas tendem a comprar algo mais luxuoso e com mais acessórios do que precisam, encarecendo muito o valor da compra. Deixar-se influenciar pela opinião de outras pessoas também é perigoso. O carro tem que ser para você e não para agradar os outros”, alerta.

De acordo com ele, o caminho ideal é fazer uma poupança e comprar o carro apenas quando já houver uma quantia razoável guardada. “Quanto maior a entrada, menor a prestação. Sem dar um bom valor no ato da compra, as parcelas podem ficar grandes demais e comprometer o orçamento”, explica.  Também é importante ter consciência de que a parcela a pagar não é a única despesa com o veículo – ainda restam gasolina, IPVA e seguro, compromissos que pesam na conta final.

Por falar em seguro, nem pense em ficar sem ele! Apesar de todo o cuidado e zelo que as mulheres têm ao volante, imprevistos acontecem e você não pode estar desprevenida. Simular o seguro pode ser decisivo na hora de escolher o carro, pois modelos parecidos podem ter preços de cobertura bem diferentes.

Como fugir dos juros altos 

Para fugir dos juros abusivos, a dica é pesquisar muito. “Não compre por impulso. Visite quantas lojas puder, compare preços, escolha um automóvel bom de mercado, que seja fácil de vender depois. Planeje bem e conheça os custos de manutenção do carro”, recomenda Vignoli. Parcelar o veículo a perder de vista também faz com que você gaste mais do que o esperado. “Graças aos juros altos, um carro parcelado em 60 vezes pode custar bem mais do que um financiado em 24 ou 36 vezes. Ainda temos que pensar na vida útil do veículo. Às vezes o carro começa a dar problemas e você ainda está pagando por ele”, finaliza o educador financeiro.

Teste: qual cor de carro mais combina com você?

Saiba como a cor do veículo revela a personalidade da motorista

by Equipe Bolsa de Mulher em março 25, 2014 | 4:45 pm
Crédito: Thinkstock

Crédito: Thinkstock

Na hora de comprar ou trocar de carro, qual cor escolher? Se pintou a dúvida, lembre-se de que o automóvel novo vai ser o seu fiel escudeiro nas compras no shopping e nas viagens com a família, por isso, é importante que tenha a sua cara.

Mais testes:
Você sabe trocar a marcha do seu carro?
Você sabe dirigir com segurança na estrada?
Você sabe agir em momentos de perigo no trânsito?

Faça o teste e descubra qual cor de carro mais combina com você. Assim, você escolhe sem medo e espalha ainda mais charme no trânsito.

Como proteger o carro do sol

Lavagem adequada, capas de proteção e cristalização são algumas alternativas

by Equipe Bolsa de Mulher em março 20, 2014 | 4:22 pm
Crédito: Thinkstock

Crédito: Thinkstock

Proteger o carro dos danos causados pelo sol é um desafio diário para as mulheres que precisam deixá-lo em local descoberto, seja em casa, no trabalho ou mesmo na rua. Os raios ultravioletas podem danificar a pintura do veículo, provocando manchas e queimaduras. A boa notícia é que é possível prevenir esses estragos com alguns cuidados simples.

Leia também:
Conheça as diferenças entre direção elétrica e direção hidráulica
Qual farol usar em cada situação? Aprenda!
Veja como perder o medo de dirigir na chuva

Capa de proteção

Capas de proteção são boas alternativas para quem não tem garagem, mas o mecânico Donizete Oliveira alerta que é preciso ter cuidado na hora de colocá-las. Se o veículo estiver molhado ou houver espaço para que a água penetre, podem surgir manchas na lataria. Outra dica para conservar o automóvel que dorme na rua é fazer uma cristalização, processo realizado em oficina mecânica que consiste na aplicação de uma resina protetora sobre a pintura.

Envelopamento

E se fosse possível envolver o carro em um plástico poderoso? A técnica conhecida como envelopamento reveste todo o veículo com adesivos de alta resistência, que protegem dos raios ultravioletas e também de pequenos choques mecânicos, como ralados e arranhões. A película transparente mantém a cor original do carro, mas quem quiser inovar pode apostar nas versões coloridas e espalhar ainda mais charme no trânsito.

Protetor de painel

Apesar de não trazer problemas à parte mecânica, os raios solares também podem danificar o painel do carro. “O sol resseca o painel e com o tempo pode até trincar a peça”, afirma o profissional da Chevy Autocenter. Para preservá-lo, utilize um protetor simples de papelão. Além de evitar rachaduras, ele deixa o volante menos quente na hora de voltar ao comando.

Outros cuidados

Lavar o carro periodicamente com sabão neutro ou xampu específico e secá-lo manualmente também ajuda a preservá-lo. Produtos químicos como sabão em pó e querosene podem manchar a pintura, principalmente se a lavagem for feita sob o sol.

Crédito: Bolsa de Mulher

Crédito: Bolsa de Mulher

Teste: você sabe trocar a marcha do seu carro?

Descubra se você entende como funciona o carro manual

by Equipe Bolsa de Mulher em março 17, 2014 | 2:39 pm
Crédito: Thinkstock

Crédito: Thinkstock

Para dirigir bonito e fazer do trânsito um lugar mais seguro é importante entender direitinho o funcionamento do carro. Trocar de marcha de forma correta permite que você tenha maior controle sobre o veículo, além de economizar combustível e conservar o motor. Faça o nosso teste e descubra se você utiliza todo o potencial do seu carro manual.

Leia também:
Faça o teste e descubra qual carro mais combina com você!
Tire todas as dúvidas sobre os pneus
Saiba como escolher o primeiro automóvel

Diferenças entre direção hidráulica e elétrica

Entenda como funcionam esses sistemas que deixam o carro mais leve

by Equipe Bolsa de Mulher em | 11:25 am
Crédito: Thinkstock

Crédito: Thinkstock

Na hora de comprar um carro, além de escolher a cor e o modelo, a mulher que dirige bonito deve prestar atenção no tipo de direção que está levando para casa. Para aliviar o esforço na hora de estacionar, existem as direções hidráulica, elétrica e eletrohidráulica. Mas você sabe qual é a diferença entre elas? Entenda como esses sistemas funcionam e saiba quais cuidados você deve ter.

Leia também:
Dedetização no carro: você conhece?
Truque do esmalte: aprenda a disfarçar arranhões na lataria
Caiu cimento no meu carro. E agora?

Direção hidráulica

Uma bomba impulsionada pelo motor faz circular óleo dentro da caixa de direção, deixando o volante mais leve. “O óleo faz pressão na hora de realizar a manobra. É como se dois pistões empurrassem a direção para um lado e para o outro”, explica o engenheiro mecânico Renato Romeu.  A manutenção deve ser periódica, com troca de óleo ecorreias de tempos em tempos. Na revisão anual do veículo, a oficina se encarrega de verificar todas as pecinhas do sistema e você não precisa se preocupar.

Direção elétrica

Um motor elétrico acoplado à direção auxilia na virada do volante, facilitando as manobras. Dispensa o uso de óleo, bomba, correia e mangueira, acessórios próprios dadireção hidráulica. Caso o carro tenha uma pane elétrica, a direção continua funcionando, apenas ficará mais dura.

Direção eletrohidráulica 

Existe ainda um terceiro sistema, que é um híbrido da direção elétrica e da hidráulica. “De forma genérica, dizemos que a bomba hidráulica desta direção é impulsionada pelo motor elétrico, e não pelo motor do carro”, explica Renato. Ela é igualmente leve e requer cuidados especiais, como troca de óleo e de correias.

Hidráulica x elétrica

Segundo Renato, não existe diferença entre as duas em termos de leveza. Ambas deixam a direção mais macia e as manobras mais fáceis. Em relação ao veículo, adireção elétrica gerencia melhor a energia do carro, exige menos potência do motor e é mais eficiente. “A economia de combustível que direção elétrica proporciona é pequena, não é sensível ao bolso do motorista. Mas, se pensarmos no todo, pode representar uma grande economia para o planeta. É mais sustentável”, explica o chefe de motores e veículos do centro de pesquisas do Instituto Mauá de Tecnologia.

Crédito: Bolsa de Mulher

Crédito: Bolsa de Mulher

Destino para se aventurar de carro: Brotas (SP)

Cidade do interior é conhecida pelas belezas naturais e passeios de aventura

by Equipe Bolsa de Mulher em março 13, 2014 | 9:40 am
Crédito:Reprodução/brotas.com.br

Crédito:Reprodução/brotas.com.br

Localizada no interior do estado de São Paulo, Brotas é o destino certo para quem quer tirar uma folga dos centros urbanos e se refugiar perto da natureza. A cidade é conhecida pela beleza dos seus recursos naturais, que garantem diversão para todas as idades. Visitar a estância turística de carro garante um roteiro cheio de aventuras.

Leia também:
Faça o teste e descubra qual carro mais combina com você!
Tire todas as dúvidas sobre os pneus
Saiba como escolher o primeiro automóvel

Passeios de aventura e ecoturismo

Os passeios de aventura são o ponto forte de Brotas. A bordo de quadriciclos, os visitantes atravessam longas trilhas que terminam em exuberantes rios e cachoeiras, onde são praticados rafting, tirolesa e canionismo. Para quem não gosta de atividades tão radicais, os parques e sítios oferecem passeios a cavalo, trilhas a pé e infraestrutura completa, com vestiário e restaurantes.

Hospedagem

O local oferece muitas opções em pousadas, desde as mais econômicas até as requintadas, bem como chalés, campings, casas e chácaras, além de hotéis fazenda e eco resorts.  Basta se planejar e pesquisar pela opção que mais te agrada antes de colocar os pneus na estrada.

Como chegar a Brotas

As estradas que levam à Brotas são boas, mas alguns pedágios surgem no caminho. Por isso, esteja preparada para não ser pega de surpresa. Também não se esqueça de fazer uma revisão no carro, afinal mulher que dirige bonito coloca a segurança em primeiro lugar. Confira as rotas partindo de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

São Paulo

Brotas fica a 256 km da cidade de São Paulo. O melhor caminho é pela Av. Marginal Tietê via corredor Norte-Sul. Siga em direção à Rodovia dos Bandeirantes (SP-348) e depois continue pela SP-310, onde uma saída leva à SP-225. Continue até a saída 130 em direção à Brotas.

Rio de Janeiro

Quem sai do Rio de Janeiro tem 645 km de estrada até Brotas. Vá até São Paulo pela Rodovia Presidente Dutra (BR-116) até a altura da Rodovia Dom Pedro I (SP-065). Siga na Rodovia Anhanguera (SP-330) e continue pela SP-310 até alcançar a SP-225, onde a saída 130 leva à Brotas.

Belo Horizonte

Partindo da capital mineira, o trajeto tem 656 km. Comece na BR-381, seguindo pela BR-491 e BR-267. Em São Paulo, vá pela SP-342 e SP-344 e então pela SP -225. A saída 130 chega à Brotas.

Parabéns às mulheres que dirigem bonito

Neste Dia da Mulher, desejamos um trânsito ainda mais charmoso

by Equipe Bolsa de Mulher em março 7, 2014 | 3:01 pm
Crédito: Thinkstock

Crédito: Thinkstock

É com grande prazer que a Petrobras de Carona com Elas comemora mais um Dia da Mulher ao lado seu lado! Parabéns às mulheres que dirigem bonito e espalham charme pelas ruas do Brasil. Ao longo desse tempo, compartilhamos experiências e dicas que ajudam a construir um trânsito mais seguro para todos nós.

Leia também:
Dicas para não comprar um carro que passou por enchente
Você conhece bem as placas? Descubra!
Tudo sobre motos: guia completo para você começar a pilotar

O8 de março é o dia de celebrar a mulher que não abre mão de informação e nem da tecnologia para transformar o trânsito em um ambiente mais amável. Diversos aplicativos de celular ajudam a dirigir melhor e não podem faltar no smartphone das motoristas antenadas. O De Carona com Elas também ajudou você a manter a calma em situações difíceis e encarar o trânsito sem estresse e até com bom humor. Acredite, é possível!

Sabemos que além do congestionamento, sujar o estofado do carro é uma das únicas coisas capazes de fazer uma mulher cuidadosa dar adeus à paciência. Para você não se preocupar com essas sujeirinhas muitas vezes inevitáveis, ensinamos dicas caseiras para tirar vários tipos de manchas do banco do veículo. Afinal, carro de quem faz bonito nas ruas merece estar sempre limpo e cheiroso!

Nós também nos preocupamos em esclarecer questões técnicas fundamentais para as mulheres prevenidas que não querem passar aperto no trânsito. Entender o painel do seu carro é uma delas, afinal as luzes de alerta trazem informações importantes. Se você não souber interpretá-las, pode acabar parada no meio da rua.

No Dia da Mulher, a motorista que faz bonito também deve dar exemplo de consciência e ajudar a construir um mundo mais sustentável. Com alguns truques simples é possível dirigir economizando combustível, uma atitude que faz bem para o planeta e para a sua carteira. Gastando menos na bomba de gasolina, sobra mais dinheiro para você investir em sapatos, bolsas e outras coisinhas que não ficam de fora do seu guarda-roupa. Assim, você fica cada vez mais bonita para aproveitar comemorações especiais e arrancar suspiros por onde passar.

Dicas para não comprar carro que passou por enchente

Água causa danos ao veículo, mas você pode se prevenir desta encrenca

by Equipe Bolsa de Mulher em fevereiro 27, 2014 | 5:36 pm
Thinkstock

Thinkstock

Comprar um carro usado pode ser um excelente negócio, mas, para isso, é preciso ficar atenta ou você pode cair em uma cilada. Se o veículo tiver passado por chuvas intensas, por exemplo, é possível que ele tenha danos causados por enchentes. Confira algumas dicas para não levar para casa um desses veículos.

Leia também:
Guia do GPS: tudo sobre o aparelho queridinho das motoristas
Aprenda a acertar na escolha e baratear o seguro do carro
Check-list do carro: cinco itens que você deve avaliar sempre

De acordo com o engenheiro mecânico Renato Romeu, ao atravessar uma enchente, o carro pode ter sua parte elétrica afetada, apresentando problemas no controle dos vidros e do motor. Além disso, a água pode entrar na caixa do óleo da transmissão, afetando o sistema como um todo e provocando oxidação das peças de metal.

O ponto é que todos esses estragos surgem em longo prazo.  “Esses problemas não aparecem na hora, se mostram com o tempo. A água corre pela parte elétrica e diminui o isolamento dos fios, o que provoca uma pane elétrica ou um curto circuito. Ela também enferruja a parte interna do motor e oxida a peça”, explica o chefe de motores e veículos do centro de pesquisas do Instituto Mauá de Tecnologia. Na dúvida, é melhor levar outro carro ou você pode ter prejuízos no futuro.

Como identificar um carro de enchente

Segundo Renato, é difícil reconhecer que um carro passou por enchente apenas olhando, já que com uma boa limpeza geral a maioria dos sinais desaparece. Contudo, é importante ficar atenta a alguns sinais:

  • Cheiro de mofo. A água que penetra no estofado não seca facilmente. Essa é a hora das mulheres que dirigem bonito aguçarem o olfato! Fique atenta ao uso de perfumadores que possam disfarçar o mau-cheiro.
  • Faróis e lanternas também ficam cheios de água, por isso, repare se eles estão embaçados, sinal de que estavam imersos há pouco tempo.
  • Outro detalhe é o estado do manual do proprietário, que costuma ficar no porta-luvas. Veja se ele está enrugado, com sinais claros de ter sido molhado.
  • Preços muito baixos merecem desconfiança, afinal o proprietário vai querer se livrar deste abacaxi o quanto antes.

Caiu cimento no meu carro. E agora?

Saiba como remover concreto e piche da lataria com soluções caseiras

by Equipe Bolsa de Mulher em fevereiro 21, 2014 | 6:31 pm
Crédito: Thinkstock

Crédito: Thinkstock

Imagine a cena: você está com pressa e vê uma vaga livre perto de uma obra. Estaciona tranquila, mas ao voltar percebe que o carro está todo respingado do cimento. Calma, existe uma solução! De acordo com o profissional do setor automotivo, Adalberto Gonçalves, remover o cimento ainda molhado é o melhor a fazer, basta um pano úmido. Se já estiver seco, o cuidado deve ser maior, principalmente se a área atingida for grande.

Leia também:
Cinto de segurança: quando trocar?
Como tirar manchas do banco do carro
Esmalte para fugir da ferrugem: conheça esse truque

Como remover cimento seco do carro

A remoção do cimento seco pode ser feita com soluções caseiras. Misture limão e água fervente, despeje sobre a mancha e deixe agir por alguns segundos para amolecer o concreto. Em seguida, passe delicadamente um pano limpo e macio. Se preferir, utilize vinagre no lugar do limão e aplique com a ajuda de um borrifador. Repita até que o cimento se solte.

Mas é preciso ter paciência e cuidado na hora de desgrudar o concreto, o que não deve ser problema para as mulheres que dirigem bonito. A tentativa mal sucedida pode riscar a pintura do carro e a repintura chega a custar R$ 1000,00. Se tiver dificuldades, o melhor é procurar uma oficina especializada para fazer um polimento técnico, que remove o cimento com segurança e sem danos à lataria.

Quem mora em prédios com garagens antigas pode passar por um problema semelhante e que também tem solução. “Líquido de laje é como chamamos a mistura de cimento e calcário que cai das tubulações dessas garagens. Para remover a mancha, utilize uma mistura de cera automotiva e limão. Basta esfregar delicadamente com um pano”, indica Adalberto.

Como tirar mancha de piche do carro?

Caso seu carro seja atingido por piche de uma obra de pavimentação do asfalto, não é preciso se desesperar. Para a remoção de piche, Adalberto indica outra solução caseira. “Muitas vezes, um pouco de cera automotiva aplicada com algodão resolve. Se a mancha for grande, misture água (95%) e querosene (5%) e aplique nas partes afetadas. Se ainda assim não funcionar, melhor levar o automóvel a uma oficina mecânica para evitar maiores estragos”, recomenda.

Destino para curtir Carnaval de carro com a família: Avaré (SP)

Interior de São Paulo tem diversão para todas as idades

by Equipe Bolsa de Mulher em fevereiro 18, 2014 | 12:09 pm
Crédito: Thinkstock

Crédito: Thinkstock

Quem quer curtir o Carnaval com a família em um lugar animado, mas longe da folia dos grandes centros urbanos, tem em Avaré um bom refúgio. Localizada no interior de São Paulo, a cidade de 80 mil habitantes oferece diversão para todas as idades. 

Leia também:
Truques para dirigir à noite com segurança
Teste: você sabe dirigir com segurança na estrada
Ex-estressada dá dicas para encarar o congestionamento

Carnaval de Avaré é organizado pela prefeitura e tem programação garantida para os quatro dias de feriado, de 1º a 4 de março. Entre as opções está o Largo São João, onde acontece o Carnaval Cultural com bandas que tocam as mais tradicionais marchinhas, desde o sábado até a terça-feira, das 20h à meia noite.

Para as crianças, a opção é curtir o largo no domingo e na terça, quando ocorre uma matinê das 16h às 18h. Blocos de rua saem da Rua Rio de Janeiro, no centro, às 20 horas do domingo e da terça e seguem por parte da cidade até a chegada no largo.

Hospedagem

Existem hotéis e pousadas onde é possível se hospedar a poucos metros do Largo São João, principal ponto da folia de Avaré. Para os mais aventureiros, o Camping Municipal é uma opção, basta levar sua barraca e desembolsar R$ 35 na diária. Ele fica localizado a 18 km do centro, às margens da represa Jurumirim, e realiza festas de música eletrônica todos os dias, já a partir de sexta-feira.

Como chegar a Avaré

Como o fluxo para o interior de São Paulo é grande em feriados prolongados, é recomendado sair com antecedência e ter o máximo de cuidado na estrada, afinal, mulher que dirige bonito não comete infração e nem se estressa à toa. Para ajudar, damos dicas de como chegar lá saindo de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

São Paulo

Avaré fica a 265 km da capital paulista, sentido sudoeste. A melhor alternativa é seguir pela Rodovia Presidente Castelo Branco (BR-374/SP-280). Na altura de Avaré/Itaí, siga pela Rodovia João Melão (SP-255). As estradas são boas, mas alguns pedágios vão surgir no caminho. Os preços variam de R$ 3,30 a R$ 10,30, por isso, é bom estar prevenida e levar dinheiro no bolso.

Rio de Janeiro

Quem vai do Rio de Janeiro tem 687 km de estrada pela frente. Saindo da cidade pela Rodovia Presidente Dutra (BR-116), siga até São Paulo, onde o caminho continua como quem vai da capital paulista.

Belo Horizonte

Avaré fica a 830 km de Belo Horizonte. Para chegar lá é possível ir pela Rodovia Fernão Dias (BR-381). Na altura de Atibaia, siga pela Rodovia Dom Pedro I (SP-065). Em Campinas, vá pela Rodovia Santos Dumont (SP-075) e depois pela Rodovia Presidente Castelo Branco (SP-280). Já na altura de Avaré, o caminho é a Rodovia João Melão (SP-255). Também é importante ficar atenta com os pedágios.

Informações:
Secretaria de Turismo de Avaré
Tel: (14) 3732-8009