» Orgulhe-se de si mesmoBeth Valentim

Orgulhe-se de si mesmo

by Beth Valentim em março 4, 2013 | 5:06 pm

beijo-casal

Claro que é difícil ser alguém respeitável. Que dá trabalho entender que se não lutar vai continuar no mesmo lugar. E orgulhar-se de si mesmo é ter os bolsos vazios, mas das pretensões dos idiotas que se dizem perfeitos e são enganosos indivíduos que desobedecem as leis do Bem.

Entender que poder ser feliz é estar com os olhos abertos para o futuro, sentir força para superar os direitos que dizem que não tem e fazer direito o que disseram que jamais seria capaz de realizar. Assim se orgulha da vida, do que constrói e do que é realmente ser alguém especial.

Você já sentiu aquele aperto no peito ou o vazio que ecoa dentro de sua alma?

Já ficou com vontade de sair correndo e perder-se em qualquer lugar…

Pediu ajuda ao céu e que ele o levasse embora daqui…

Foi o orgulho que se foi por um instante e depois voltou, não é mesmo?

Você posou na terra sob as solas dos pés e sentiu que estava vivo e que tinha que continuar…
Você respirou e encheu os pulmões que levaram sua vida a outro lugar.
Arrebatou lugares difíceis, preferiu descansar em vez de prosseguir e mais uma vez orgulhou-se de ser quem é.

Estar por aqui é uma honra inimaginável. É sentir a carne rija que não lamenta as dores, mas que aprende a ter coragem para entender que uma vez perdida a oportunidade pode jamais ter outro dia de sensatez.

Orgulhe-se de si mesmo. Jamais desista de estar de cabeça em pé. Nunca diga não ao amor que sente e viva em paz com seu coração dolorido ou não, mas viva e não “exista” mais…

Comece dizendo a verdade, jamais esconda seus limites, somente assim vai se sentir livre.
Orgulhar-se de si mesmo é ser capaz de andar de cabeça erguida e não se abater por mesquinharias. É poder pagar as contas, é ter um trabalho digno, é ter amigos onde a troca é verdadeira, terna. Orgulhar-se de viver é poder acordar e amanhecer literalmente. Sair caminhando em direção ao foco, receber feedbacks positivos e poder participar de uma equipe produtiva e capaz.

Orgulho não é somente o pecado que normalmente escutamos. Orgulho bom é o sentimento que impulsiona e que desfaz artimanhas pequenas e faz você calçar aquela “bota de sete léguas” e partir por aí sem medo algum de conquistar, vencer e acertar em cheio em sua felicidade.

siga beth valentim também no facebook e no twitter

*Beth Valentim consultora em comportamento*

perfil

Consultora em comportamento, Escritora, Poetisa, Colunista, Blogueira. Consultora em Desenvolvimento Pessoal. Mestrado em Psicologia Social. Autora dos livros "Essa tal felicidade" em eBook e Mequiel – O caçador de sonhos. bethvalentimcoisademulher.blogspot.com.br

Erro ao estabelecer uma conexão com o Banco de Dados